Sistema Maxi de Ensino Edição nº 41 Novembro de 2007
Capa Índice Sugestões Edições Anteriores Grupo Maxi
Capa Londrina
Maxi Cuiabá
Comportamento
Fala Jovem
Leitura
Festival Cultural
Comunidade Japonesa
Ensino Médio
Inovação
Hora do Intervalo - Londrina
Hora do Intervalo - Cuiabá
Maxi Cultura
Maxi Cidadão
Sistema
Aconteceu no Maxi - Londrina
Aconteceu no Maxi - Cuiabá
Opinião
Índice
Capa Pequena
Ensino Médio  
 
Estava na dúvida, mas já tenho certeza!

 
null

"Não tinha certeza de qual curso escolher. Inscrevi-me para a palestra de Engenharia e percebi que fiz uma boa escolha. Foi esclarecedor! O palestrante falou sobre a atuação do engenheiro de produção e as áreas de atuação. Percebi que podemos atuar em diferentes setores, de bancos a indústrias, pois é um curso que reúne conceitos de engenharia, de administração e de economia. Foi o Maxi Encontro que sanou minhas dúvidas. Esse evento ajuda a gente a avaliar o perfil dos profissionais e a nos analisarmos também, observando se temos o perfil necessário para o curso que queremos. Agora que decidi, vou prestar no ITA, na UFPR e na UEM".

Juliana Del Anhol, 15 anos, 2ª série do Ensino Médio


 
null

"Gostei muito da mudança do Painel de Profissões para o Maxi Encontro e, principalmente, da inclusão de palestras. Esse ano aproveitei bem mais, principalmente por estar num momento decisivo. Minha mentalidade mudou também, por isso tive mais interesse. Decidi pelo curso de Direito por ver mais perspectivas de mercado, principalmente na área de concursos. Não penso em advogar, mas em prestar concurso. Gostei da palestra, mas achei muito boa a parte das perguntas, pois os questionamentos dos demais colegas fizeram o palestrante abordar diferentes assuntos sobre o curso de Direito. Estava em dúvida, mas agora tenho certeza do que vou prestar. O Maxi Encontro foi decisivo para mim. Ah, curti também a apresentação da banda".

Pedro Henrique Delpin de Castro, 17 anos, 3ª série do Ensino Médio


 
null

"Achei esse ano muito bom, pois as palestras ajudaram bastante. Optei pela palestra de Medicina e acabei conhecendo melhor a profissão, além de ver que alguns aspectos sobre essa carreira não passam de mitos. Descobri que as pessoas que não gostam de sangue podem fazer Medicina também. O palestrante destacou a importância da dedicação e da perseverança. Já estava decidida, mas a palestra veio reforçar ainda mais minha decisão".

Francielle Tiemy Eimori, 18 anos, Extensivo

  • Voltar

Manutenção e Atualização Agência Digital ICOMP®