Sistema Maxi de Ensino Edição nº 41 Novembro de 2007
Capa Índice Sugestões Edições Anteriores Grupo Maxi
Capa Londrina
Maxi Cuiabá
Comportamento
Fala Jovem
Leitura
Festival Cultural
Comunidade Japonesa
Ensino Médio
Inovação
Hora do Intervalo - Londrina
Hora do Intervalo - Cuiabá
Maxi Cultura
Maxi Cidadão
Sistema
Aconteceu no Maxi - Londrina
Aconteceu no Maxi - Cuiabá
Opinião
Índice
Capa Pequena
Capa Londrina  
 
Valeu a Pena!

 

"Minha sala trabalhou com um curta-metragem. Desenvolvemos o tema Ética no Capitalismo. Foi uma tarefa difícil, mas valeu a pena, pois todos cooperaram bastante. Um dos maiores aprendizados, além do conteúdo pesquisado, foi lidar com diferentes opiniões e personalidades, driblando os problemas. Dirigir tudo isso foi um grande desafio. Aprendi muito sobre o tema, sem falar da parte prática. Agora tenho noções de filmagem, edição, áudio, iluminação e muito mais. No geral, gostei muito da qualidade dos trabalhos apresentados no Festival Cultural desse ano".

Nathana Crispim da Silva, 16 anos, 2ª série do Ensino Médio


 

"Fui roteirista e diretor no curta-metragem Ética nas Relações Humanas. Um dos maiores desafios foi conciliar o horário do pessoal para os ensaios, já que muitos alunos são de outras cidades, incluindo eu, que sou de Jaguapitã. O trabalho, além de ter sido muito legal, ajudou a sala a se aproximar. Agora há muito mais entrosamento entre a gente. É o primeiro ano que estudo no Maxi, mas achei a proposta diferente e oportuna. Para fazermos um trabalho sobre ética, começamos a rever a ética entre os próprios colegas de sala. O tema era amplo, por isso focamos a questão do bullying. O mais bacana de tudo é a união em torno de um único objetivo".

Renan Turrissi, 15 anos, 1ª série do Ensino Médio


 

"Minha turma tratou dos direitos da criança e do adolescente. Fizemos um teatro em forma de circo, com diferentes artistas: malabaristas, palhaços, acrobatas, dançarinos e músicos. Foi muito gratificante. O pessoal chegou a fazer aulas numa escola de circo para aprender acrobacias e palhaçadas. Eu, por exemplo, que tenho aulas de técnica vocal, optei por cantar. Cada um exerceu aquilo que tinha mais vontade e habilidade. Quem sabia tocar violão, guitarra e teclado ficou com a apresentação musical. Todo mundo participou e contribuiu. Confesso que fiquei bastante ansiosa na hora, mas deu tudo certo. Também achei importante as arrecadações feitas pelos alunos. Fui ao asilo entregar os donativos e fiquei chocada ao ver idosos abandonados por suas famílias".

Beatriz Serraglio Narciso, 8ª série do Ensino Fundamental


 

"Fomos os peixinhos e falamos da triste realidade dos rios brasileiros. Mostramos a importância de não poluir os rios e de preservar a natureza. Só assim as pessoas serão mais felizes. Eu, antes desse trabalho, não ligava muito para a poluição, mas percebi o quanto o assunto é sério. Eu nem ligava para a separação do lixo reciclável e orgânico. Agora, aqui mesmo na escola, presto mais atenção na hora de jogar o lixo. Com ética o mundo será muito melhor. Gostei muito de participar e percebi que toda a turma também gostou. Foi muito divertido".

Laura Serraglio Narciso, 10 anos, 4ª série do Ensino Fundamental I

Veja também:

  • Campanha da Solidariedade

Manutenção e Atualização Agência Digital ICOMP®