Sistema Maxi de Ensino Edição nº 36 Maio de 2005
Capa Índice Sugestões Edições Anteriores Grupo Maxi
Editorial
Comportamento
Fala Jovem
Hora do Intervalo - Londrina
Vestibular
Maxi Cidadão
Profissões
Ensino Médio Londrina
Sistema
Aconteceu no Maxi - Londrina
Opinião
Índice
Capa Pequena
Ensino Médio Londrina  
 
Muito além da informação...
A arte de ensinar é a arte de acordar a curiosidade natural nas mentes jovens, com o propósito de serem satisfeitas mais tarde. (Anatole France, escritor francês)

 

O Ensino Médio do Maxi ganhou ainda mais força com a entrega do novo Laboratório de Ciência e Tecnologia e com as aulas de Cultura Geral, ofertadas pelo professor Sidnei Guerra.

Projetado de acordo com as mais modernas concepções da área, o Laboratório do Maxi é um dos destaques das aulas práticas oferecidas pelo Colégio. Segundo o professor de Biologia Ugo Giovenazzi, trata-se de um espaço amplo, com capacidade para 50 alunos: “O projeto arquitetônico do Laboratório é sem dúvida o grande diferencial. O Colégio adquiriu equipamentos de última geração como os microscópios ópticos e todo o sistema de vidraria de reagente, dando amplas condições para as experiências na área química e biológica”.
 
Professor Guerra, de Cultura Geral

O Diretor Administrativo-financeiro do Maxi, Ubiracy D'Andrea, justifica os investimentos no Laboratório, considerando de extrema importância este espaço para o aprendizado dos alunos: “É fundamental poder colocar em prática algumas das teorias aprendidas em sala de aula. Isso incentiva o aluno à pesquisa e à percepção da relação causa e efeito”, explica o Diretor.

O professor Ugo detalha a estrutura do Laboratório, mostrando a importância do espaço para o aprendizado e para a motivação das aulas: “A estrutura que temos aqui é tecnicamente perfeita, incluindo as estufas, a balança de precisão, o sistema de lavagem/ducha e a capela de reagentes. As aulas têm sido emocionantes, e pude perceber o encantamento dos alunos com as experiências e com os novos equipamentos. Alguns começam a descobrir a própria vocação e o interesse pela área biológica, em virtude do entusiasmo e do prazer que sentem nas aulas de laboratório”, fala Ugo.

Para o bom desenvolvimento dos experimentos, os alunos são distribuídos em grupos, permitindo a participação de todos. Durante as aulas, são observadas todas as normas de segurança, além da utilização de vestuário próprio.

Ugo lembra que, a partir do mês de julho, serão executados novos projetos, potencializando as aulas no Laboratório: “Queremos tirar o máximo proveito deste espaço, dando aos alunos condições de aprenderem, criarem e experimentarem. A prática é sempre muito prazerosa e fundamental para a fixação e para a assimilação do conteúdo”, conclui o professor.

CULTURA GERAL - Com o objetivo de inserir o aluno em temas atuais e polêmicos, ampliando e fortalecendo a formação, o Maxi oferece aulas de Cultura Geral para o Ensino Médio e para o Curso Pré-Vestibular. Segundo o professor responsável, Sidnei Guerra, especialista na área, o conteúdo diferenciado permite que os alunos ampliem o horizonte, desenvolvendo o espírito crítico analítico”.

Cultura Geral é uma matéria complementar, que visa à preparação para o vestibular dentro do contexto interdisciplinar. As aulas, com formato diferenciado, incluem palestras, debates, entrevistas, exercícios e atividades variadas. A dinâmica permite que o aluno contextualize e inter-relacione diferentes áreas.
 

Segundo o professor Guerra, é preciso ter humildade e reconhecer que o ensino de Cultura Geral requer a ajuda de profissionais de diferentes áreas: “Estudar Cultura Geral significa integrar numa só disciplina a música, a arte, a geopolítica, a economia, a história, entre outras. É prazeroso passear por todas essas áreas, fornecendo ao aluno uma visão holística”.

O Maxi oferece duas aulas semanais aos alunos da segunda e da terceira série do Ensino Médio e do Curso Pré-Vestibular, no contraturno das aulas. Os conteúdos são ministrados em módulos. Para Guerra, uma das metas é trabalhar assuntos do cotidiano: “Muitas vezes o aluno acompanha pela TV assuntos econômicos e/ou políticos, sem relacioná-los com a sua vida, ou seja, sem saber até onde aquilo afeta diretamente o seu cotidiano. Que são “superávit primário” e “taxa Selic de juros”? Quais os mecanismos que o governo tem para controlar a inflação e o câmbio? Quais as contingências determinantes para os planos econômicos? Essas e outras questões podem ser facilmente interpretadas pelos alunos, quando fornecemos ferramentas adequadas”, explica o professor.
 

As aulas de Cultura Geral garantem aos alunos do Maxi maior facilidade na interpretação dos fatos que ocorrem no Brasil e no mundo, uma vez que a interpretação e o raciocínio têm sido exigidos em todos os processos seletivos: “Uma vez instrumentalizado, o aluno tem condições de analisar qualquer situação ou contexto, sabendo ponderar de forma crítica”, fala Guerra.

Para o Diretor Ubiracy D'Andrea, as aulas de Cultura Geral são um diferencial do Colégio, que está preocupado em formar integralmente: “Não se trata apenas de fornecer mais conteúdo ao aluno, mas formá-lo para que analise qualquer acontecimento. Como diz o escritor norte-americano Dean William Inge, 'o importante da Educação não é o conhecimento dos fatos, mas o dos valores'. Por isso estamos indo além da informação”, conclui D'Andrea.

 

Já tinha estudado no Maxi antes, mas voltei no ano passado porque queria um ensino mais forte e uma preparação melhor para o vestibular. Aqui é tudo melhor, e o ensino, mais puxado. O Maxi tem muitos diferenciais, a começar por este laboratório que, na minha opinião, tem padrões internacionais. É uma iniciativa e tanto do Colégio investir num espaço como este. É bom sair das quatro paredes da sala. Fica mais fácil a fixação da matéria. Os equipamentos são todos novos, de alta tecnologia, como os microscópios. São estimulantes as aulas no laboratório, por isso me acho um privilegiado em estudar aqui. Mesmo os outros colégios particulares de Londrina não possuem um laboratório como este”.
Rafael Merigue, 15 anos, 2P5

 

Acho muito legal e importante vermos na prática o que aprendemos na teoria. A estrutura deste novo laboratório do Maxi é ótima. De onde eu vim tinha laboratório, mas não era tão moderno como este aqui. Além disso, não eram tantas aulas práticas como no Maxi. Toda semana temos aula no laboratório. Isso estimula muito o estudo e facilita o aprendizado. Vejo que a turma gosta muito e cumpre todas as normas e procedimentos de segurança e organização”.
Ariane Fornelli Ferreira,
14 anos, 1P3

Manutenção e Atualização Agência Digital ICOMP®